13 de abril de 2024   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

A obra de luta contra o cancro foi encarada pelo Governo com uma amplitude excepcional para o nosso meio. O Sr. Presidente do Conselho encontrou o Instituto Português de Oncologia, em 1930, com dois pequenos pavilhões, A e B. Neles se tinha feito já muito trabalho útil; e até hoje, em vinte anos, nele se tem continuado a prestar assistência a doentes, cujo número já excede os 50.000. mas o pessoal sofria pela acção do rádio, por falta de protecção, e o Sr. Doutor Oliveira Salazar, informado do perigo em que se encontravam os médicos, as enfermeiras e os criados, quando procuravam melhorar ou curar os cancerosos, fez edificar em trinta e um meses o pavilhão do rádio, o qual, sobre ser o primeiro estudado e construído pelo Ministério das Obras Públicas nos terrenos do Instituto Português de Oncologia, foi também o primeiro que existiu na Europa com protecção contra as radiações e feito segundo as regras do Congresso de Estocolmo de 1929.
A experiência de quinze anos mostra ser esplêndida a protecção criada com material nacional (barita), em substituição do chumbo, segundo as normas por nós estabelecidas.
-----------------------------------------------------------------------------------------------
Foi estudada por nós e modelada, embora adaptando-se ao nosso meio, nas obras similares existentes na América do Norte. O Estado Português, que iniciou nesta bela casa a educação das modernas enfermeiras, foi ajudado pela Rockefeller Foundation – em especial pelo Dr. Rolla Hill, seu delegado em Portugal, e por Miss Crowel –, não só com verbas avultadas durante cinco anos, mas também no que respeita ao estudo, à organização e ao material de ensino.
Formadas na respectiva Escola Técnica, há já cinco promoções de enfermeiras; e, dessas, estão quarenta e quatro em exercício. Além dos serviços que elas prestam no Instituto Português de Oncologia, o facto de uma só educar e orientar primorosamente o pessoal da Maternidade Monjardino e a sua actuação em centros de saúde e de enfermagem no hospital infantil da Misericórdia, no Sanatório D. Manuel II, do Porto, nos serviços de assistência da Administração Geral dos Correios, Telégrafos e Telefones, no hospital da Companhia União Fabril, nos serviços clínicos do professor Blanco Azevedo, no Uruguai, provam ter cada enfermeira da Escola Técnica de Enfermeiras capacidade para orientar, educar e dirigir cinco ou seis colegas suas com preparação mais elementar. Isso nos garante a assistência no hospital agora inaugurado; e, se nos permitirem aumentar o internato, teremos enfermeiras para os Hospitais Escolares de Lisboa e do Porto em 1951 e em 1952. Tudo depende do Governo e da sua actuação, que tem sido sempre digna do maior apreço no desenvolvimento deste importante problema.
Além do auxílio da Rockefeller Foundation, muitos particulares ajudaram a Escola Técnica de Enfermeiras a adquirir a categoria necessária à formação de enfermeiras dignas de ser consideradas como nurses.
A terceira construção inaugurada (28 de Maio de 1948) é a mais importante da obra até agora realizada na luta contra o cancro. Hospital para trezentos doentes, que pode receber trezentos e sessenta sem sensível acumulação, possui boas consultas, laboratórios de diagnóstico e de investigação, secções de terapêutica cirúrgica e de tratamento pelas radiações.
Foi um estudo difícil deste instituição, bem complicada, e na qual se fizeram experiências de que os Hospitais Escolares de Lisboa e do Porto aproveitam. Escolha de material de enfermaria e de laboratório tudo se fez, experimentalmente, através do pavilhão do rádio; e agora o mesmo se estabeleceu já na escolha feita para o hospital do cancro. Em quase tudo só há necessidade de multiplicar por 5. Isto torna relativamente fácil o que parecia extremamente difícil àqueles que conhecem o problema.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
De 1912 a 1927 tralhámos ajudados pela Faculdade de Medicina de então e em 1927 nasceu o Instituto Português de Oncologia, na sua localização em Palhavã, com o rápido desenvolvimento devido ao patrocínio do Sr. Presidente do Conselho.

(Continua)

(Parte XLIX de …)

15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 (049)

(Fonte: 15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 – Novos Edifícios Escolares. Hospitais – Instituto Português de Oncologia. Francisco Gentil – Presidente das Comissões Técnicas dos Hospitais Escolares e do Instituto Português de Oncologia)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES