19 de julho de 2024   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

De começo, ao estabelecer as novas directrizes, previra a Junta, é certo, dar aos edifícios dos liceus um tratamento exterior muito sóbrio, como que um aspecto utilitário, que não lhe parecia impróprio de «oficinas das almas», e a concentrar ao máximo a distribuição, em planta, dos serviços escolares.
Houve, porém, que transigir, em parte, com estes princípios, para dar aos edifícios mais monumentalidade, como peças dominantes nos planos de urbanização locais, e, como consequência, resultaram instalações liceais mais dispersas em vários corpos de construção.
De 1938 até esta data, através de um período eriçado de dificuldades para a construção civil, pôde a Junta iniciar e concluir as instalações completas dos novos edifícios dos Liceus de Chaves, de Vila Real, de Santarém, de Castelo Branco, de Viana do Castelo, de Viseu e de Faro, executar as obras de ampliação e de adaptação nos edifícios antigos dos Liceus de Bragança, Braga, Évora, Guarda e Guimarães e ter em via de conclusão os novos edifícios dos Liceus da Infanta D. Maria, em Coimbra, de Gil Vicente e de D. João de Castro, em Lisboa, e do de Setúbal e em início de construção o novo edifício do Liceu de Carolina de Michaëlis, no Porto, e a ampliação do Liceu da Horta.
A ser permitido à Junta manter o ritmo do trabalho atingido, poderá dar por findo o plano de obras aprovado pelos diplomas atrás citados dentro de um praxo de quatro anos.
Neste último período, decorrido de 1938 a 1947, despendeu a Junta com as referidas obras a quantia de 81.971 contos.

(Continua)

(Parte XLIV de …)

15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 (044)

(Fonte: 15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 – Construções para o Ensino Técnico e Secundário – Alexandre Alberto de Sousa Pinto, Engenheiro Administrador-Delegado da Junta das Construções para o Ensino Técnico e Secundário e D. José de Alencastre e Távora, Presidente da Junta das Construções para o Ensino Técnico e Secundário)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES