13 de abril de 2024   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

SERVIÇO DE ESTUDO E ENSAIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

Aglomerantes, betões, pedras naturais e artificiais. – Esta secção, uma das mais bem apetrechadas do Laboratório de Engenharia Civil, tem a seu cargo a realização de estudos e ensaios físicos e mecânicos dos materiais de natureza pétrea, desenvolvendo notável actividade na satisfação das constantes requisições oficiais e particulares de ensaios normalizados de cimentos, cais, materiais cerâmicos, tubos de betão, blocos de betão, etc., e de estudos de dosagens de argamassas e de betões, composições granulométricas de materiais inertes, etc.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Metais e materiais diversos. – Dotada de aparelhagem valiosa, a principal actividade desta secção consiste na realização de estudos e numerosos ensaios físicos e mecânicos de metais, madeira, cortiça e outros materiais.

Química. – A este sector, de largo futuro no Laboratório, compete o estudo da composição e das propriedades químicas dos materiais de construção, produtos betuminosos, tintas, colas, etc. A secção dispõe de aparelhagem de ensaio de envelhecimento dos materiais por acção do tempo e tem ainda a seu cargo a execução dos ensaios metalográficos.

Uma das principais dificuldade com que o Laboratório de Engenharia Civil luta neste momento reside na falta de instalações adequadas para o desenvolvimento da sua actividade. Embora, logo de início, este problema tenha sido atacado com decisão, houve que destinar largo tempo à elaboração do programa e do projecto das instalações definitivas, cuja construção, por este facto, só poderá ser iniciada dentro de alguns meses. Até lá, e para que o Laboratório não deixe de produzir trabalho útil, os serviços funcionarão em instalações provisórias, que se adaptaram e continuarão a adaptar-se o melhor que for possível às exigências de maior vulto.
Um problema muito importante que foi preciso resolver e a que já atrás se fez referência diz respeito à localização dessas instalações. A solução encarada atende, não só às necessidades do programa imediato do Laboratório, mas também às que virão a resultar, num futuro que se antevê próximo, da natural expansão dos seus serviços. Ponto essencial, que presidiu, em última análise, à designação do local e que, com a solução escolhida, fica atendido, foi o de impedir que essa futura expansão pudesse vir a conduzir a uma dispersão de instalações, que comprometeria grandemente o funcionamento do Laboratório.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Na realidade, para que seja possível dar execução aos planos de trabalho ou satisfazer às solicitações exteriores é requisito fundamental dispor de aparelhagem de ensaios e de medidas que constituem ferramenta laboratorial indispensável.
É certo que o Laboratório dispõe já hoje de algumas máquinas de ensaio muito valiosas, que existiam nos estabelecimentos nele integrados ou que foram adquiridas mais recentemente. Mas muito mais se exige, sobretudo no que diz respeito à pequena aparelhagem, para que o Laboratório possa dar o necessário desenvolvimento ao seu labor. Estabelecidos já os programas de apetrechamento das diversas secções, os esforços têm sido dirigidos, sobretudo, no sentido de reduzir quanto possível a demora nos fornecimentos do material encomendado, sendo de esperar que a situação seja, em breve, mais risonha neste aspecto fundamental da vida do Laboratório.
O preenchimento dos objectivos tidos em vista com a criação do Laboratório de Engenharia Civil depende em grande parte da intensidade das suas relações com os meios exteriores, não só para a divulgação dos resultados obtidos nos seus trabalhos, como também para o conhecimento exacto das suas possibilidades e da sua obra pelas entidades oficiais ou particulares que lhe hão-de fornecer os temas de estudo e o orientação sobre o melhor sentido a imprimir às suas iniciativas, para que resultem úteis e oportunas.
(Continua)

(Parte XIX de …)


15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 (019)

(Fonte: 15 Anos de Obras Públicas – 1.º Vol. Livro de Ouro 1932-1947 – Laboratório de Engenharia Civil – Eduardo de Arantes e Oliveira – Director do Laboratório de Engenharia Civil)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES