29 de novembro de 2022   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

O sr. Cunha Leal, no seu jornal A Noite, aplaudia a acção do Exército e afirmava:

«Como chefe dum partido, apenas peço que nos deixem exercer tranquilamente a nossa missão, de propagandear os nossos princípios. Não temos a ânsia de nos instalarmos no Terreiro do Paço, de tão más recordações. A nossa hora há-de chegar, estamos certos disso.
«E se não chegar é que o Exército conseguiu realizar o milagre de salvar o País, pescando pela Nação fora a pérola das competências. E ainda nos restará uma missão: bater palmas.
Porque sendo o nosso objectivo comum, nenhuma inveja nos causará que o destino nos não tenha querido transformar no instrumento providencial da salvação.»
Filomeno da Câmara, numa entrevista concedida à imprensa, afirma o seu aplauso a Gomes da Costa e a sua discordância com o Governo de Lisboa, de Mendes Cabeçadas.
Ao fim da tarde do dia I de Junho é fornecida à imprensa a seguinte nota oficiosa:

«Entre o presidente do Ministério, sr. comandante Mendes Cabeçadas, e o general Gomes da Costa houve uma entrevista muito amistosa, da qual resultou unidade de vistas e pleno acordo, desfazendo-se assim equívocos que ultimamente se tinham espalhado tendenciosamente.

Comandante Cabeçadas
General Gomes da Costa
Comandante Ochôa»

Esta nota logo que recebida no Ministério da Guerra foi comunicada a todas as unidades.
No dia 2, Cabeçadas regressa a Lisboa indo imediatamente para a Amadora, onde se realiza uma importante reunião a que assistem a oficialidade das tropas acampadas naquela vila, bem como os comandantes Armando Ochôa e Oliveira Gomes, major Brito Pais e tenentes Pais Ramos, Guedes Dias e Rebelo de Almeida.
A distribuição das pastas pelo triunvirato fora feita da seguinte maneira:

Presidência, Marinha, Justiça, Finanças e Comércio e Comunicações - Mendes Cabeçadas. Guerra, Colónias e Agricultura - Gomes da Costa. Interior, Negócios Estrangeiros e Instrução - Gama Ochôa.
A C.G.T. vota em princípio, perante as resoluções da reunião de Coimbra, a Greve Geral Revolucionária que deverá ter início logo o respectivo comité a proclame em manifesto devidamente autenticado. A esquerda democrata também afirma as suas reservas perante a reunião de Coimbra.

(Parte XLVIII de…)


A Arrancada de 28 de MAIO de 1926 (48)

(Fonte: Óscar Paxeco - 1956 – O primeiro encontro entre Gomes da Costa e Cabeçadas)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES