28 de setembro de 2022   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

Na mesma data, isto é, em 31 de Maio, Bernardino Machado escrevia a Mendes Cabeçadas a seguinte carta:

«Exmo. Sr.

«Restaurada a ordem pública sem violentas colisões e entregue a constituição do Ministério Nacional a V. Ex.ª, em quem a República tanto confia, a minha missão está cumprida.
«De hoje em diante não me é possível continuar no exercício da Suprema Magistratura da Nação.
«Em conformidade com a Constituição, o Ministério em conjunto assumirá a plenitude do Poder executivo.
«Aceite V. Ex.ª com muitos dedicados votos os protestos de toda a minha afectuosa consideração.
«Saúde e Fraternidade.
«Palácio Nacional de Belém, 31 de Maio de 1926.

a) Bernardino Machado»

Esta carta era acompanhada de uma outra particular redigida nos seguintes termos:

«Exmo. Sr.

Não quero que nesta exaltação de ânimos se imagine que o meu critério constitucional prende de qualquer modo a sua acção política porque lhe diminuiria a influência que para bem da República deve ser preponderante.
«E com a minha renúncia o seu Ministério assumirá toda a autoridade de plenitude de Poder executivo.
«Creia na dedicação muito afectuosa e grata do todo seu

a) Bernardino Machado»

De ambas as cartas foi portador para a Amadora o antigo ministro da Guerra coronel António Ribeiro de Carvalho.

No meio de toda esta confusão o Parlamento dos partidos ainda reunia, pela última vez, no dia 31 de Maio, comportando-se da seguinte forma, segundo o relato parlamentar de O Século:

(Parte XXXIX de…)


A Arrancada de 28 de MAIO de 1926 (39)

(Fonte: Óscar Paxeco - 1956 – A renúncia de Bernardino Machado – A última reunião do Parlamento dos Partidos)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES