19 de dezembro de 2018   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

(Continuação)

Na mesma data, isto é, em 31 de Maio, Bernardino Machado escrevia a Mendes Cabeçadas a seguinte carta:

«Exmo. Sr.

«Restaurada a ordem pública sem violentas colisões e entregue a constituição do Ministério Nacional a V. Exa, em quem a República tanto confia, a minha missão está cumprida.
«De hoje em diante não me é possível continuar no exercício da Suprema Magistratura da Nação.
«Em conformidade com a Constituição, o Ministério em conjunto assumirá a plenitude do Poder executivo.
«Aceite V. Exa com muitos dedicados votos os protestos de toda a minha afectuosa consideração.
«Saúde e Fraternidade.
«Palácio Nacional de Belém, 31 de Maio de 1926.

a) Bernardino Machado»

Esta carta era acompanhada de uma outra particular redigida nos seguintes termos:

«Exmo. Sr.

«Não quero que nesta exaltação de ânimos se imagine que o meu critério constitucional prende de qualquer modo a sua acção política porque lhe diminuiria a influência que para bem da República deve ser preponderante.
«E com a minha renúncia o seu Ministério assumirá toda a autoridade de plenitude de Poder executivo.
«Creia na dedicação muito afectuosa e grata do todo seu

a) Bernardino Machado»

De ambas as cartas foi portador para a Amadora o antigo ministro da Guerra coronel António Ribeiro de Carvalho.

No meio de toda esta confusão o Parlamento dos partidos ainda reunia, pela última vez, no dia 31 de Maio, comportando — se da seguinte forma, segundo o relato parlamentar de O Século:

«Às 14 horas e meia apeava-se à porta do Congresso o sr. presidente da Câmara dos Deputados, comandante Rodrigues Gaspar, a quem a guarda de honra prestou a continência do estilo. Dez minutos depois chegava o sr. presidente do Senado, general Correia Barreto, acompanhado pelo sr. dr. Baltasar Teixeira, sendo recebido com a mesma continência.
Às 15 horas e 10 minutos iniciava-se a chamada que o sr. dr. Baltasar Teixeira fez rapidamente. Verificou-se a presença de trinta e sete deputados, alguns dos quais tinham chegado antes das 14 horas à sala, onde estiveram conversando e arrumando as suas carteiras, cujos papéis meteram nas pastas. Os que responderam à chamada foram os srs.:

Alberto Diniz da Fonseca, Alexandre Ferreira, Alfredo Guisado, Alfredo Rodrigues Gaspar, António Albino Marques de Azevedo, António Augusto Tavares Ferreira, António Cabral, António Ginestal Machado, António do Lago Cerqueira, António José Pereira, António Leite de Magalhães, António de Paiva Gomes, António Pinto Barriga, Artur Castilho, Baltasar de Almeida Teixeira, Custódio de Paiva, Domingos Lara, Filemon de Almeida, Herculano Amorim Ferreira, João de Sousa Carvalho, João Raimundo Alves, João Tamagnini de Sousa Barbosa, Joa-

(Continua)

Documentos Históricos (31)

A arrancada de 28 de Maio de 1926, por Óscar Paxeco – 1956.
Elementos para a história da sua preparação e eclosão.

A renúncia de Bernardino Machado — A última reunião do Parlamento dos Partidos (I de III)

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES