23 de setembro de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

De H. L. Hopkinson
Ao Doutor Oliveira Salazar

Embaixada Britânica, Lisboa, 14 de Setembro de 1943

N.° 16

EXCELÊNCIA:

Já tive a honra de comunicar a V. Exª, pela alínea 4 da minha nota de 16 de Junho último, a garantia dada pelo Governo de Sua Majestade no Reino Unido quanto à retirada dos Açores das forças britânicas, no fim das hostilidades, e a garantia dada pelo Governo de Sua Majestade no Reino Unido, à qual se associou o Governo de Sua Majestade na União da África do Sul, relativa à manutenção da soberania portuguesa sobre todas as colónias portuguesas V. Exª declarou, na sua nota de 23 de Junho, que o Governo Português estimaria receber também garantias semelhantes por parte do Governo de Sua Majestade na Comunidade da Austrália, se se julgar necessário, pelo menos quanto às possessões no Oriente.
2. Estou autorizado a informar V. Exª que o Governo de Sua Majestade na Comunidade da Austrália gostosamente se associa por sua parte às garantias já dadas pelos Governos de Sua Majestade no Reino Unido e na União da África do Sul relativamente à manutenção depois da guerra da soberania portuguesa sobre todas as colónias portuguesas. O referido Governo acrescentou que a manutenção dessa soberania portuguesa é de particular interesse para a Austrália devido à proximidade de Timor, onde as tropas australianas têm dado as suas vidas na luta contra os invasores japoneses. Nestas condições o Governo da Comunidade tomou nota com grande satisfação do desejo do Governo Português, que me foi manifestado por V. Exª em 23 de Junho, de que as forças portuguesas participem com as forças das Nações Unidas nas operações a empreender eventualmente para expulsar as forças japonesas do Timor Português. Relativamente ao futuro o Governo da Comunidade confia em que o Governo Português compartilhará da opinião de que devem combinar entre si as providências para a defesa comum de Timor e da Austrália contra uma possível agressão futura e aceitará com agrado conversas de Estado-Maior para discutir a melhor maneira de conseguir aquele fim. O Governo da Comunidade é também de parecer que o desenvolvimento de relações económicas satisfatórias fortaleceria muito a defesa de Timor e da Austrália e sugere, por consequência, que ambos os Governos tenham bem em mente a conveniência de um acordo geral de comércio que abranja mesmo as comunicações aéreas entre a Austrália e Timor.
O Governo da Comunidade verifica que não é possível, de momento, dar seguimento às propostas esboçadas nos dois períodos precedentes mas o Governo de Sua Majestade no Reino Unido espera que o Governo Português lhes dê o seu acordo de princípio.
Aproveito a oportunidade para renovar a V. Exª os protestos da minha mais alta consideração.

Hopkinson.
(Na ausência do Embaixador de Sua Majestade).

Política Externa Portuguesa (10)

Documentos relativos aos acordos entre Portugal, Inglaterra e Estados Unidos da América para a concessão de facilidades nos Açores durante a guerra de 1939-1945, MNE, Lisboa 1946. Resposta de Sua Majestade do Reino Unido ao Governo Português em 14 de setembro de 1943.

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES