27 de maio de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

É incontestável que a guerra abalou muitos princípios morais, basilares na vida das sociedades, e substituiu até por outras algumas regras tradicionais da vida profissional, apreendidas da prática corrente, impostas a todos pela consciência pública. A improvisação de dirigentes da actividade económica e a vertigem dos acontecimentos explicam em parte tão rápidas mutações. A verdade é que dos lucros enormes obtidos pouco se capitalizou, a consolidar as situações criadas, a preparar a resistência para a época inevitável da crise — consumos loucos, exagerados e improdutivos foram espectáculo e regra de viver em certo período. Grande parte da riqueza que devera ou poderia conservar-se, desapareceu, foi como se ardesse: não fez falta enquanto o crédito, abundante e fácil pela certeza dos lucros, a tudo supria; quando fosse a altura de este se retrair ou buscar a sua realização em bens, verificar-se-ia que se seguiu caminho errado. Para os que assim procederam não haveria então com que pagar as dívidas ou com que refazer a utensilagem avariada.

O Problema Financeiro (04)

(«Saúde financeira e doença económica» — Exposição feita ao jornal «Novidades, em 1 de Janeiro — «A reorganização financeira», pág. 486) - 1930

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES