23 de abril de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

O problema financeiro é redutível aos seguintes dados fundamentais: deficit crónico, que tomou foros de instituição nacional, de venerando monumento nacional, deficit cuja repetição provocou uma dívida relativamente avultada, nem sempre compensada por contrapartida equivalente no activo do Estado; uma dívida flutuante muito elevada, de taxas de juro altas, onerosa portanto e com perigo de reembolso imediato; e uma dívida fundada constituída por tão diversos tipos de empréstimos e juros tão afastados da taxa do mercado que as cotações parecem acusar o nosso descrédito, quando, de facto, traduzem apenas os baixos rendimentos. Acrescentemos ainda a má arrecadação das receitas e a desigual distribuição dos rendimentos públicos pelos serviços do Estado.

Será por aqui que deve começar-se a solução do problema nacional? Digo-vos: a não resolução deste problema fundamental traduz-se no recurso indefinido ao crédito. Quando este falta, é preciso recorrer à emissão de notas, à fabricação de moeda falsa, que tanto é a emissão de notas sem contrapartida. As que se fizeram representavam saques sobre o futuro: são esses os que somos agora chamados a pagar.



O Problema Financeiro (02)

(«Os problemas nacionais e a ordem da sua solução» — Discurso aos oficiais da Guarnição Militar de Lisboa, em de Junho — «Discursos», Vol. 1, págs. 12-13) - 1928

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES