24 de junho de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

Mas é esta a revolução que esperávamos, ou havemos de aguardar outra? Há ainda miséria na terra, há ainda injustiça entre os homens, há ainda deficiências, atritos, desarmonias e intranquilidade... – Sem dúvida, porque nem tudo o que se há-de fazer está feito, nem podia tê-lo sido sobre as ruínas materiais e morais dum povo que perdera a alegria de viver e parecia a muitos não ter mesmo já possibilidade de salvar-se. O que importa, porém, é verificar se os princípios postos podem ser como o fermento que faz levedar toda a massa; se este arbusto ainda frágil do bom nacionalismo português, que temos vigiado e defendido com amor, pode transformar-se na árvore frondosa que venha a abrigar Portugal inteiro. O que importa é saber se a organização política que nos é necessária e conveniente se pode desentranhar íntegra dos três ou quatro grandes princípios da nossa Constituição: governo forte, limitado pelo direito e pela justiça; organização corporativa da sociedade portuguesa; unidade nacional; subordinação de todos os interesses individuais ao bem comum, ao interesse da Pátria. O que importa é saber se sim ou não está contida nos princípios consagrados pelo estatuto constitucional uma organização económica equilibrada e equitativa que nos garanta trabalho, a satisfação de necessidades razoáveis, a paz entre todos os elementos da produção. A mim se me afigura que sim, e que basta desenvolvê-los com fidelidade, aplicá-los com critério, propagá-los, vivê-los e fazê-los viver para vermos uma revolução que se efectiva sem catástrofes e um povo que progride sem convulsões, salvando a sua história, o seu carácter, a alma da sua civilização.

A Restauração das Grandes Certezas: DEUS, A PÁTRIA, A AUTORIDADE, A FAMÍLIA, O TRABALHO (06)

(«É esta a Revolução que esperávamos?» - Discurso no 7º aniversário do 28 de Maio - «Discursos», Vol. I, Págs. 222-223) - 1933

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES