29 de março de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

A ASSISTÊNCIA

Em 1934 se iniciaram igualmente os subsídios por nascimento de filhos. Em 1940, houve 380 beneficiados; em 1941, 673 e em 1942, 2.679.
Até 31 de Dezembro de 1942, foram distribuídos 4.263 subsídios e, no primeiro semestre de 1943, mais 2917, no valor de 102.752$35.
Em 1935, começou a distribuição de subsídios por morte: sete famílias receberam 2.000$00. O número de subsídios, em 1941, subiu a 634, no valor de 82 contos, e, em 1942, a 1.406, no valor de 203 contos. No primeiro semestre de 1943, foram distribuídos 847 subsídios, no valor de 122.530$30.
Finalmente, principiaram em 1936 os subsídios por casamento e por invalidez.
Em 1942, concederam-se 165 subsídios por casamento e, no primeiro semestre do ano seguinte, mais 151.
Mas as cifras mais elevadas dizem respeito aos subsídios por invalidez (de 1936 a 1942):

Número de subsidiados: 3.526;
Quantia despendida: 1.369.971$50.

Em sete anos, portanto, as Casas do Povo beneficiaram os inválidos
de trabalho com 1.368.700$00, e, no primeiro semestre de 1943, distribuíram mais 811 contos a 2.917 inválidos.
Ainda além disso, as Casas do Povo concedem subsídios eventuais (só em 1940, mais de 365 contos), que ascendem já a cerca de 1.500. contos.
Para se dar uma ideia geral do que, neste sector, as Casas do Povo vêm realizando basta referir que em 1943 despenderam quási 6.500 contos em assistência aos trabalhadores rurais.

Falta examinar o que têm feito, sob o mesmo ponto de vista, as 23 Casas dos Pescadores.
Quanto aos serviços clínicos, enumera-os o quadro que se segue (de 1939 a 1942):

Consultas médicas: 228.957;
Injecções: 180.838;
Intervenções de pequena cirurgia: 6.234;
Pensos e tratamentos: 341.541;
Visitas médicas domiciliárias: 54.499;
Visitas de enfermeiras e parteiras: 18.056;
Partos: 4.602.

Em quatro anos, portanto, os serviços clínicos das Casas dos Pescadores foram chamados a intervir em 834.727 casos.

Completando estes serviços, elas distribuíram ainda, no quinquénio de 1938 a 1942:

17.797 Subsídios por doença, no valor de 135.139$55,
1.724.295$90 De medicamentos,
1.473.397$10 De subsídios extraordinários para hospitalizações, operações, sanatorizações, aparelhos médicos, análises, radiografias, especialistas, etc.
4.602 Subsídios por nascimento de filhos, no valor de 192.048$40.

Principiaram também em 1938 a distribuir pensões de invalidez, cujo número se elevava, em 1942, a 14.608, das quais 2.235 nas Ilhas Adjacentes.
Dispõem as Casas dos Pescadores de um Fundo de Auxílio, destinado a subsídios a náufragos ou a pescadores necessitados, para compra de apetrechos de pesca, roupas, reparação de embarcações, etc. Só para compra de apetrechos de pesca já foram distribuídos mais de 53 contos.
Em 1940, começou a funcionar em Lisboa um Posto de Puericultura, que, dessa data a 1942, tratou 702 crianças, realizou 46 operações, 2.184 pesagens, 1.395 injecções, 69 vacinas e 1.235 visitas de visitadoras sanitárias e distribuiu 63.564 refeições, das quais 25.402 só em 1942.
Ainda as Casas dos Pescadores constituíram a «Mútua dos Pescadores», destinada a promover seguros pessoais, de embarcações e instrumentos de trabalho, o JARDIM-ESCOLA da Caparica, CRECHES na Póvoa do Varzim, Espinho, Lisboa e Caparica, um INTERNATO masculino e feminino em Setúbal, «LARES DO PESCADOR» em Matosinhos e Lisboa, ASILOS PARA VELHOS em Matosinhos e na Póvoa do Varzim, REFEITÓRIOS, SERVIÇO DE VISITADORAS SANITÁRIAS em todo o litoral, além de 12 CASAS DE TRABALHO (Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Matosinhos, Buarcos, Nazaré, Cascais, Caparica, Setúbal, Sines, Burgau e Tavira) e 9 ESCOLAS DE MÃES (Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Matosinhos, Buarcos, Nazaré, Peniche, Cascais, Caparica e Setúbal).
Por último, a Junta Central das Casas dos Pescadores, de 1938 a 1942, distribuiu 544 contos, em «subsídios de Natal», sopa dos pobres, berços, enxovais de recém-nascidos, subsídios a náufragos, cobertores, géneros, etc.

Cadernos da Revolução Nacional (12)

Manifesto ao Trabalhador, edições SNI – A GARANTIA DO FUTURO DO TRABALHADOR, pág. 31 a 33

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES