29 de abril de 2017   
>> PÁGINA INICIAL/TEXTOS
..:. TEXTOS

Muito antes de alguns que timidamente se lhe hão referido, nós ousámos afirmar que o reconhecimento do direito ao trabalho, sejam quais forem as dificuldades da sua execução antes de profundas transformações na economia de hoje, deve ser a grande conquista do século e o mais sério instrumento de emancipação do trabalhador. Muito antes de outros que unidamente reclamam ainda hoje a escola única e a escola gratuita, nós proclamámos a necessidade de a instrução não ser privilégio de facto das classes abastadas ou médias, mas simplesmente o caminho aberto aos mais aptos para a mais racional valorização de todos os elementos no meio social. Se a isso acrescentarmos — o que é aliás corrente nos povos modernos — permanecerem abertos os quadros da vida social e da organização política, disporemos das bases que nos proporcionam a segurança necessária, a devida justiça e a igualdade possível. Instrução aos mais capazes, lugar aos mais competentes, trabalho a todos, eis o essencial; tudo o mais, como no Evangelho, virá por acréscimo.

O CORPORATIVISMO PORTUGUÊS (15)

(«Votar é um grande dever» — Discurso na Assembleia Nacional, em 7 de Outubro — Discursos, Vol. IV. pág. 180) – 1945

Consultar todos os textos »»

 
Música de fundo: "PILGRIM'S CHORUS", from "TANNHÄUSER OPERA", Author RICHARD WAGNER
«Salazar - O Obreiro da Pátria» - Marca Nacional (registada) nº 484579
Site criado por Site criado por PRO Designed :: ADVANCED LINES